75% das empresas no Brasil acreditam que inglês é essencial no trabalho

75% das empresas no Brasil acreditam que inglês é essencial no trabalho

Entenda a importância da capacitação adequada e os diferenciais para se comunicar em inglês no mundo corporativo

De acordo com uma pesquisa realizada pela Page Personnel, 60% das vagas solicitadas atualmente pedem fluência no inglês. Além disso, o estudo revelou que a tendência é que o inglês deixe de ser um diferencial e se torne um requisito daqui a 10 anos. Enquanto isso, um levantamento da Education First Corporate Language Learning Solutions, mostrou que 75% das empresas consideram o uso diário do inglês muito importante.

Segundo Júnior Pires, fundador e diretor da HC School, a língua inglesa é o idioma oficial do mundo dos negócios, ou seja, obter esta habilidade facilita a comunicação com empresas do mundo inteiro. “Muitas companhias buscam profissionais capacitados para realizarem negócios no exterior, não apenas empresas multinacionais, mas também as empresas nacionais de diferentes portes que precisam realizar cotações, compras, vendas, eventos, parcerias e networking. Um profissional que consiga se comunicar em inglês tem muito mais oportunidades no mercado de trabalho, além de garantir um salário mais rentável”, comenta.

Júnior acrescenta ainda que esse tipo de habilidade pode gerar reflexos para toda a equipe, aumentando resultados e oportunidades para toda a empresa. “Existe uma geração de fluxo de negócios que ocorre de forma natural quando se tem toda equipe de colaboradores fluentes na língua inglesa, independentemente do ramo que se atua, uma vez que se abre um leque de novas possibilidades e oportunidades que não são exploradas e, muitas vezes, desconhecida por aqueles que não têm toda a equipe preparada”, destaca.

Inglês diário x Inglês corporativo

Apesar das regras gerais do idioma serem necessárias para qualquer situação, vale salientar que o inglês corporativo pode exigir um conhecimento específico, como expressões utilizadas no mundo dos negócios ou a forma de se comunicar diante de diferentes situações, como em uma entrevista de emprego, por exemplo. Por esse motivo, Júnior compartilha que aprender a conviver com esses diferenciais também pode fazer a diferença. “As empresas buscam cursos mais práticos por conta da necessidade de uma comunicação mais assertiva. É de extrema importância que o profissional consiga ser claro ao se comunicar. Uma falha de comunicação pode gerar prejuízos e para conseguir se expressar bem é preciso prática e experiência real com o idioma”, diz.

O papel do líder no aprendizado da equipe

Júnior destaca que incentivar os colaboradores na prática do inglês também pode gerar excelentes resultados para toda a empresa. Portanto, essa rotina pode começar através das lideranças. “Líderes podem incentivar a prática através de campanhas internas, como ‘a hora do inglês’, em que todos da empresa (em departamentos específicos ou não), só podem se comunicar em inglês. Isso pode ocorrer 1 vez por semana durante uma hora, por exemplo. Desta forma, os colaboradores vão sentir a real falta do inglês no dia a dia e procurar se qualificarem. Uma outra forma interessante é através de incentivos financeiros para custear o investimento no curso ou com investimentos que ofereçam o curso para toda a equipe, se for possível”, indica.

Inglês corporativo na HC School

A HC School possui um módulo exclusivo para o mundo corporativo. Júnior esclarece que, nele, os alunos aprendem a se comunicar de forma mais eficaz com um rico vocabulário e expressões comuns do mundo dos negócios. “São diversas situações e contextos para que o aluno se sinta confortável e confiante na hora de participar de reuniões, eventos, viagens e entrevistas. No módulo Business da HC School, o aluno aprende até mesmo como desenvolver o próprio currículo, como se apresentar a recrutadores e se comportar em diversas situações”.

A HC School possui parceria com grandes empresas e instituições públicas presentes no Brasil. “Percebemos que as empresas têm exigido cada vez mais dos seus colaboradores, por isso, é importante se preparar para se manter ou alcançar melhores cargos”, ressalta.

Fonte: Júnior Pires, fundador e diretor da HC School, escola de inglês com ensino à distância disponível globalmente.

Para mais informações, visite:

www.hcschool.online ou www.hcschoolweb.com

Instagram: @redehcschool

Redacao

Apaixonado pela área acadêmica, Felipe de Jesus | Editor e Administrativo é Jornalista (Faculdade Estácio de Sá - BH/MG), Publicitário (Instituto Politécnico-SP), Teólogo (Faculdade ESABI), Sociólogo (Faculdade Polis das Artes), Economista (Universidade São Paulo), Advogado (FACSAL/Universidade Brasil-S.A) e Perito Judicial - (Faculdade Beta). Tem Mestrado em Comunicação Social: Jornalismo e Ciências da Informação (UEMC) e atualmente cursa Engenharia de Telecom (Tec.)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *