Belo Horizonte receberá o Seminário Internacional Queijo e Cultura

Belo Horizonte receberá o Seminário Internacional Queijo e Cultura

A iguaria mineira, patrimônio imaterial declarado pelo IPHAN, ganhará o Centro de Referência do Queijo Artesanal e inaugura suas atividades em encontro de grandes mestres especialistas no tema

Nos próximos dias, Belo Horizonte será palco de um evento dedicado ao queijo artesanal, uma das principais marcas de Minas Gerais. O Centro de Referência do Queijo Artesanal receberá todos os apaixonados pelo sabor inconfundível desse alimento que faz parte da história de Minas Gerais e do país.

O Centro nasceu com o objetivo de dar projeção não só o queijo artesanal, mas a forma como ele é produzido, além de demonstrar a importância que esse produto possui para a culinária mineira e internacional. O projeto foi aprovado pela Lei Rouanet e a diretora do Centro de Referência do Queijo Artesanal, Sarah Rocha, explica que a instituição vai inaugurar um modelo inédito no Brasil. “Além de valorizar o queijo artesanal mineiro, esse nosso patrimônio imaterial, o Centro de Referência tem como propósito a educação para o gosto, com atividades intensas e viés social, fortalecendo também a economia da hospitalidade da capital mineira”, comenta.

O Centro de Referência do Queijo Artesanal está sendo implantado no Espaço 356, um shopping em fase final de construção na BR-356, região Centro-Sul de Belo Horizonte. O Centro irá retratar a história do queijo em diversas formas, como em uma biblioteca com títulos variados sobre o assunto, auditório para a realização de palestras, salas para cursos, entre outros espaços.

Seminário Internacional Queijo e Cultura

O evento que inaugura as entregas culturais do Centro de Referência do Queijo Artesanal é o encontro imperdível de profissionais especializados no queijo artesanal. No Seminário Internacional Queijo e Cultura, que será promovido de 1 a 5 de julho, serão colocados em pauta alguns temas importantes com a presença de grandes nomes nacionais e internacionais do setor.

A programação prevê 4 (quatro) palestras com diversas temáticas, como “Queijos artesanais de Minas: tradição e inovação”, “A Origem do gosto”, “Cozinha Mineira: cultura e território” e “Centro de Referência do Queijo Artesanal”.

O Seminário será realizado durante a edição 2022 da mostra Modernos Eternos, evento cultural de arquitetura, design, decoração, arte, história e gastronomia, que neste ano será sediado no Edifício P7 Criativo: Rua Rio de Janeiro, 471 – Centro (Praça Sete), com início em 21 de junho.

As palestras do Seminário Internacional Queijo e Cultura serão realizadas no auditório da mostra Modernos Eternos e terão capacidade presencial limitada, além da possibilidade de participar online – com vagas ilimitadas nesta opção. As inscrições para participação presencial e online são gratuitas e já estão disponíveis pelo Sympla. Para não perder, acompanhe todas as novidades no perfil oficial do evento: @queijoecultura e se inscreva no link: bit.ly/3zW0Cz9

Os palestrantes

O Seminário reunirá grandes nomes da área com palestras imperdíveis! Conheça os convidados:

Chef Giovanni Solofra (Itália)

No icônico St George, de Taormina, recebeu a sua primeira estrela Michelin. Em Cilento, em um curto período, seu restaurante foi inserido na lista dos “50 top Italy” e recebeu duas estrelas Michelin. No restaurante Tre Olivi em Paestum ele desenvolveu uma proposta fortemente ligada ao território, utilizando produtos locais catalogados pelo Slow Food e com uma forte matriz artística, se inspirando na vanguarda nacional e internacional.

Ernesto Di Renzo (Itália)

Antropólogo especializado em alimentação, coordenador do Master em Cultura da Alimentação e das Tradições Enogastronômicas da Universidade de Roma Tor Vergata e professor do doutorado em Bens Culturais. Autor de diversos livros, tendo sido premiado este ano com o Cookbook Awards pelo livro “Uma questão de Gosto”. Reconhecido como o mais importante divulgador da cultura gastronômica italiana. Palestrante internacional, colunista de jornais italianos e figura presente em diversos programas de TV italianos.

Chef Paulo Turziani

Graduado em Medicina Veterinária com especialização em Gestão da Qualidade e Tecnologia de Alimentos pela Universidade Estadual de Londrina. Formação em Chef Internacional de cozinha italiana na prestigiada escola Alma, Parma, Itália. Formado em Cozinha Tradicional Toscana na Accademia del Gusto de Arezzo, Italia. Máster em Cultura alimentar e das tradições eno-gastronômicas pela Universidade de Roma, Itália e Mastro pastaio pela Cast Alimenti de Brescia, Itália. Atuou como chef no prestigiado Buffet paulistano l ́Epicerie e no Grupo Capim Santo e como Brand Chef da Barilla e Perugina.

Chef Eduardo Avelar

Arquiteto graduado pela UFMG, profissional de cozinha diplomado em Pâtisserie de Base pela escola Le Cordon Bleu Paris 1988, e Pâtisserie Superior pela Ritz Escoffier Couisine do Hotel Ritz Paris 1999. Autor do projeto Territórios Gastronômicos que desenvolve as Identidades Culturais Gastronômicas definindo o mapa das regiões sob a ótica da cultura alimentar em MG. Atuou como Chef de Cozinha no Restaurante Le Coq Dór Hotel Solar do Rosário Ouro Preto, Restaurante Chez Aline Bistrô em Pipa RN , Restaurante Bom Brasil Natal – RN. Chef convidado em diversos eventos gastronômicos fora e dentro do Brasil.

Elmer Almeida

Médico Veterinário, formado pela Escola de Veterinária da UFMG em 1981 Especialista em produção de ruminantes pela Universidade Federal de Lavras em 1996 Mestre em Zootecnia – área de produção – pela Escola de Veterinária da UFMG em 1999. Atualmente é Professor de Extensão Rural na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MINAS). Professor e especialista em Queijos Artesanais

Gustavo Greco

Professor do curso de Pós-Graduação em Gestão de Marcas do IEC – Instituto de Educação Continuada PUC MG, coordenador do curso de Pós-Graduação em Design Exponencial do Uni-BH. É jurado frequente de premiações no Brasil e no exterior e embaixador do Red Dot Design Award (Alemanha) no Brasil. Fundador e diretor de criação da GRECO, empresa de design, recebe mais recentemente as seguintes premiações: Design Lions no Festival de Cannes, D&AD, Grand Prix no Red Dot Design Award, iF Communication Award, Prêmios Lusófonos, London International Awards e Prêmio e Menção na Bienal Iberoamericana de Diseño.

Célia Corsino

Museóloga com especialização em Administração de Projetos Culturais, é vice-presidente do Conselho Regional de Museologia. Já esteve à frente de instituições como Museu de Folclore Edison Carneiro da FUNARTE e de setores do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN, da Secretaria do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e do Instituto Brasileiro do Patrimônio Cultural. No IPHAN, participou ativamente na elaboração das metodologias dos inventários de Patrimônio Cultural, em especial o de Referência Cultural e dos trabalhos que culminaram no Decreto do Registro do Patrimônio de Natureza Imaterial. Foi também superintendente de Museus, Biblioteca e Arquivo Público da Secretaria de Cultura e Turismo, e, desde 2020, coordena o Museu de Ciências da Terra do Serviço Geológico do Brasil/CPRM.

José Lourenço

Arquiteto premiado por obras ao redor dos três continentes e com vasta experiência em gestão de projetos residenciais, corporativos, hotéis e resorts. José Lourenço nasceu em Hong Kong, formou-se em Arquitetura e Urbanismo em Lisboa. Especializou-se posteriormente em Milão e atualmente vive em Belo Horizonte, de onde gerencia seu escritório de arquitetura e realiza trabalhos locais e em outros estados do País. Seu diferencial é atender projetos de forma personalizada, prestando assessoria completa ao cliente, desde o início de sua contratação até a entrega final.

Estela Mares

Estela Mares é produtora do premiado queijo Dona Iaiá, criado em homenagem a sua mãe, uma mulher guerreira nascida em Santo Antônio do Rio do Peixe, hoje Alvorada de Minas, a 20 km da cidade do Serro/MG. Dona Iaiá, em 1980, com poucos recursos, começou a produção do queijo que aprendeu com o pai. Em 2017, após aposentar-se, Estela Mares, resolveu aprender o ofício que a mãe já realizava com tanto amor e dedicação. A produtora, que sempre teve a mãe como inspiração, acabou se apaixonando também pelos queijos, e, assim, sem perder a essência da produção artesanal, acrescentou a maturação, realizando treinamentos e viagens para conhecimento e especializações.

Com isso, o Queijo da D. Iaiá tornou-se um produto de primeira linha, aprovado pelos paladares mais exigentes, sem perder a característica já nele impressa desde os primórdios. E, principalmente, tudo se tornou uma saborosa forma de homenagem à mãe por tudo o que ela fez e ainda faz.

Parcerias de sucesso

Sarah Rocha destaca que todo o evento tem como principal objetivo valorizar ainda mais o universo do queijo artesanal em Minas. Tudo isso não seria possível sem grandes parceiros que apostaram no projeto.

O Centro de Referência do Queijo Artesanal, conta com o patrocínio da Gerdau, Cedro e Ventana Serra, Instituto UNIMED, com apoio da Anglo Gold, SDS Siderurgia, além do apoio institucional do Sebrae, EPO, Espaço 356, Consulado Italiano, Sada e Claro.

Serviço

Mais informações com a programação completa serão liberadas no perfil @queijoecultura e @inhacbrasil

O Seminário Internacional Queijo e Cultura começa em julho, a partir do dia primeiro e será recheado de atrações. Não perca!

Programação Seminário Internacional Queijo e Cultura

Dia 01/ 07, Sexta Feira – 18h – Queijos artesanais de Minas: tradição e inovação

Palestrantes: Ernesto Di Renzo, Giovanni Solofra, Elmer F. L. de Almeida e Estela Mares

Dia 02/07, Sábado – 19h – A Origem do gosto

Palestrantes: Ernesto di Renzo e Paulo Turziani

Dia 03/07, Domingo – 15h – Cozinha Mineira: cultura e território

Palestrantes: Ernesto di Renzo e Eduardo Avelar

Dia 05/07, Terça feira – 18h – Centro de Referência do Queijo Artesanal de Minas

Palestrantes: Celia Corsino Gustavo Greco José Lourenço

Local: P7 CRIATIVO Agência de Desenvolvimento da Indústria Criativa de Minas Gerais (R. Rio de Janeiro, 471 – Centro, Belo Horizonte)

Inscrições: bit.ly/3zW0Cz9

Redacao

Apaixonado pela área acadêmica, Felipe de Jesus | Editor e Administrativo é Jornalista (Faculdade Estácio de Sá - BH/MG), Publicitário (Instituto Politécnico-SP), Teólogo (Faculdade ESABI), Sociólogo (Faculdade Polis das Artes), Economista (Universidade São Paulo), Advogado (FACSAL/Universidade Brasil-S.A) e Perito Judicial - (Faculdade Beta). Tem Mestrado em Comunicação Social: Jornalismo e Ciências da Informação (UEMC) e atualmente cursa Engenharia de Telecom (Tec.)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *