Recursos hídricos e inovação sustentável

Recursos hídricos e inovação sustentável

GT Group marca presença no XXIV Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos, promovido pela ABRHidro

Preocupada com as questões ambientais, a empresa de inovação GT Group sempre procura se atualizar e investir no que há de melhor quando o assunto é sustentabilidade. Prova disso, foi sua participação no XXIV Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos, promovido pela ABRHidro, neste mês. “Este ano, o Simpósio se orientou pelo tema central Água em Pauta: Múltiplas Dimensões. A escolha do tema foi muito feliz, uma vez que reforça este caráter de onipresença e essencialidade da água, onde sua utilização ocorre dentro de uma enorme diversidade de finalidades e ambientes, em toda a cadeia econômico-social”, destacou o advogado e gerente de projetos, João Ricardo de Freitas.

O Simpósio contou com apresentações de vários trabalhos científicos, seja a nível de graduação, mestrado ou doutorado. Segurança hídrica, metas e desafios do novo marco legal do saneamento, drenagem urbana, modelos de governança em comitês de bacia hidrográfica, tratamento de efluentes domésticos e industriais são apenas alguns exemplos dos inúmeros temas tratados pelos brilhantes trabalhos acadêmicos. “Além dos trabalhos científicos, o evento também teve exposições temáticas por autoridades e notáveis do setor, especialmente representantes de companhias de saneamento, membros da ANA, cientistas e pesquisadores. Importante destacar que a presença deles esteve muito ligada ao tema mudanças climáticas. Diversos painéis e apresentações sobre este assunto foram promovidas durante o evento”, contou Freitas.

A GT Group trabalha há 13 anos prestando consultoria em inovação  para diversos segmentos auxiliando na catalisação de recursos, seja via fomento indireto (Lei do Bem, Lei de Informática e outros incentivos federais ou regionais) ou de forma direta(por meio de linhas reembolsáveis ou não reembolsáveis da FINEP, do BNDES e demais órgãos), para projetos com conteúdo inovador. “A cada ano, vejo aumentar o número de propostas cujo escopo tem relação direta ou indireta com uso racional ou consumo otimizado de recursos hídricos, além, é claro, dos projetos de inovação no âmbito das empresas de saneamento. Seja no setor industrial ou agronegócio, as atividades de PD&I relacionados a recursos hídricos possuem complexos desafios, o que representa não só o próprio risco tecnológico de um novo produto ou processo, mas de empreendimentos inteiros. É por isso que as empresas devem se atentar aos mecanismos de fomento”, garante o gerente.

Assessoria especializada

Outro ponto de extrema importância é destacarmos que essas metas não são de responsabilidade exclusiva das empresas de saneamento. “É essencial que empresas inseridas na cadeia hídrica não desperdicem os fomentos vigentes. Conjugando mecanismos e fazendo uma boa gestão do portfólio inovador, as empresas podem ter um subsídio de até 50% dos valores gastos em inovação, no entanto, para que isso aconteça é essencial uma assessoria especializada”, evidencia João.

A GT Group possui uma equipe dedicada exclusivamente ao tema aqui exposto. “Nosso time é composto por engenheiros ambientais, biólogos, engenheiros químicos, engenheiros civis, agrônomos e demais especialidades necessárias para; auxiliar na captação de recursos e implementação de incentivos fiscais, dar suporte ao gerenciamento do portfólio, entrega de dados e informações relevantes para tomadas de decisão, no âmbito da estratégia de inovação; e pesquisa de riscos e oportunidades tecnológicas”, lembra João Ricardo.

Fonte: João Ricardo de Freitas é advogado, possui quase 10 anos de experiência em incentivos para inovação tecnológica. Atualmente está como Gerente de Projetos, em fomento direto, na GT Group. Possui MBA em Gerenciamento de Projetos, pela FGV, e atualmente cursa MBA em Saneamento Ambiental, pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo – FESPSP (@_gtgroup).

Felipe de Jesus

Felipe de Jesus | Editor e Administrativo: - Jornalista (Faculdade Estácio de Sá - BH/MG), Publicitário (Instituto Politécnico-SP), Teólogo (Faculdade ESABI), Sociólogo (Faculdade Polis das Artes), Economista (USIP) & Advogado (FACSAL/Universidade Brasil-S.A). Tem Mestrado em Comunicação Social: Jornalismo e Ciências da Informação (UEMC). Atualmente cursa Engenharia de Telecom. e Bacharelado em Ciências Musicais (Música) - [ Siga o Instagram: @felipe_jesusjornalista ]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *