No Dia das Crianças, Academia Mineira de Letras apresenta entrevista com Maurício de Sousa

No Dia das Crianças, Academia Mineira de Letras apresenta entrevista com Maurício de Sousa

Foto Caio Gallucci – divulgação MSP. 

O presidente da AML conversa com o cartunista em vídeo disponível a partir de 12/10, às 11h

O cartunista mais famoso e amado do Brasil é o convidado da Academia Mineira de Letras para falar um pouco de sua trajetória. Maurício de Sousa será entrevistado pelo presidente da AML, Rogério Faria Tavares, no vídeo “A vida e a arte de Maurício de Sousa”, que pode ser assistido no canal de Youtube da AML a partir do dia 12 de outubro, às 11h, como programação especial do Dia das Crianças.

O evento acontece no âmbito do Plano Anual de Manutenção AML (PRONAC 203709), realizado mediante a Lei Federal de Incentivo à Cultura, com patrocínio do Instituto Unimed-BH por meio do incentivo fiscal de mais de cinco mil e duzentos médicos cooperados e colaboradores – e da CEMIG. Copatrocínio da Tambasa.

Em entrevista ao presidente da Academia Mineira de Letras, Rogério Faria Tavares, o cartunista Maurício de Sousa relembra sua infância em Mogi das Cruzes, interior de São Paulo, e a influência exercida pelos pais na sua formação. A figura da avó Benedita também ganhou destaque.

Maurício ainda recorda a ida para a cidade de São Paulo e o ingresso no jornal “Folha da Manhã”, onde, antes de atuar como desenhista, trabalhou como revisor e como repórter policial. Ele fala sobre os primeiros personagens e sobre como criou a Mônica, a Magali, o Cebolinha e o Cascão: as meninas foram inspiradas nas filhas e os meninos em antigos colegas de infância.

O sucesso das revistas e o êxito no cinema e no teatro também ganharam comentários do cartunista, que detalhou o processo de internacionalização da Turma da Mônica.

Na entrevista, Maurício de Sousa fala especialmente dos personagens criados para ajudar as crianças a não terem nenhum tipo de preconceito: Luca, portador de deficiência física; Dorinha, portadora de deficiência visual; Tati, portadora de deficiência intelectual; André, portador do transtorno do espectro autista, além de Igor e Vitória, portadores do HIV.

O cartunista igualmente relembrou os processos de criação de personagens como Pelezinho, Ronaldinho Gaúcho e Milena, além de contar como funciona o seu estúdio de criação, que emprega roteiristas e desenhistas de várias partes do Brasil.

Além das palestras on-line inéditas que integram a programação 2021, a Academia Mineira de Letras disponibiliza mais de 200 palestras já realizadas para que o público possa ver e rever.

 

SERVIÇO:

Palestras online “A vida e a arte de Maurício de Sousa” – com Maurício de Sousa

Data: a partir de 12 de outubro, às 11h

Acesso: Youtube.com/c/AcademiaMineiraDeLetras

 

Instituto Unimed-BH

Associação sem fins lucrativos, o Instituto Unimed-BH, desde 2003, desenvolve projetos socioculturais e ambientais visando à formação da cidadania, estimular o bem-estar e a qualidade de vida das pessoas, ampliar o acesso à cultura, valorizar espaços públicos e o meio ambiente. Ao longo de sua história, o Instituto destinou cerca de R$140 milhões por meio das Leis municipal e federal de Incentivo à Cultura, viabilizado pelo patrocínio de mais de 5,2 mil médicos cooperados e colaboradores. No último ano, mais de 7 mil postos de trabalho foram gerados e 3,9 milhões pessoas foram alcançadas por meio de projetos em cinco linhas de atuação: Comunidade, Voluntariado, Meio Ambiente, Adoção de Espaços Públicos e Cultura, que estão alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030. Neste ano, todas as iniciativas do Instituto celebram os 50 anos da Unimed-BH. Clique aqui e conheça mais sobre os resultados do Instituto Unimed-BH.

Cemig

De onde vem a nossa força?

 A Cemig, maior patrocinadora cultural de Minas Gerais, acredita na importância e na valorização da arte e da cultura para o desenvolvimento humano, econômico e social de uma população como possibilidade do alcance de um futuro melhor para as novas gerações.

 A preocupação da empresa em promover a socialização e a democratização do acesso aos bens culturais do estado se baseia principalmente no compromisso da Cemig com a transformação social e inclusão, uma oportunidade de dialogar e trazer melhorias para a comunidade.

 Nossa força também vem da cultura. Saiba mais em www.cemig.com.br

Felipe de Jesus

Felipe de Jesus | Jornalista (FESBH), Publicitário (IPSP), Teólogo (F.ESABI), Sociólogo e Letras (F.Polis das Artes), Economista (UNIP) & Advogado (FACSAL). Tem Mestrado em Comunicação Social: Jornalismo e Ciências da Informação (UEMC). [ Siga o Instagram: @felipe_jesusjornalista ]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *