Envelhecimento pode provocar sensibilidade e aumento de doenças bucais causando alterações em todo organismo

A saúde bucal merece atenção durante toda a vida. Porém, com o passar dos anos, é normal que diversos aspectos do organismo se tornem mais sensíveis, exigindo que os cuidados sejam redobrados. Com a pandemia de Covid-19 e a recomendação de evitar ao máximo sair de casa, principalmente por serem considerados grupo de risco, os idosos devem cuidar ainda mais da boca para evitar desconforto ou situações de emergência.

Thiago Penna, cirurgião-dentista e pós-graduado em Reabilitação Oral Avançada, explica que o primeiro passo é a higienização. “É muito comum nos preocuparmos com as crianças, já que elas ainda estão aprendendo. Porém, muitos idosos podem apresentar alguma dificuldade motora que atrapalha na hora da higienização. Além disso, as distrações do dia-a-dia e o excesso de informação podem levar ao esquecimento dessa parte tão importante da rotina bucal”, ressalta. “Portanto, não se esqueça: faça a escovação completa e utilize o fio dental sempre após as refeições”, completa.

Além dos problemas mais corriqueiros, como as cáries, toda essa rotina de cuidados também é fundamental para evitar outras doenças comuns que afetam os idosos. “Por estarem com o organismo mais sensível, essa fase pode trazer alguns problemas bucais que são porta de entrada para outras doenças em diversas áreas do organismo. Entre elas, as mais comuns são as doenças periodontais, a xerostomia (conhecida como “boca seca”), aumento nas cáries, desgaste na estrutura óssea e outras”, alerta Thiago.

Fonte: Thiago Penna, cirurgião dentista. Pós-graduado em Reabilitação Oral Avançada e Harmonização Oro Facial Avançada (Brasil / EUA). Proprietário Ampla Odonto Clínic

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui