Especialista destaca a importância de redobrar os cuidados após procedimento

Para tratar a saúde bucal e eliminar doenças e outros relacionados a essa área do corpo, em muitos casos, especialistas indicam o implante dentário. Além de ser um procedimento eficaz, os pacientes se sentem muito satisfeitos com os resultados que permitem, em longo prazo, recuperar diversos aspectos da qualidade de vida. Porém, o fato de ter dentes novos faz com que alguns pacientes esqueçam de higienizar corretamente essa área, já que o recomendado é manter os cuidados da mesma forma que antes de passar pelo procedimento. Dessa forma, podem surgir diversos riscos para a saúde.

A cirurgiã-dentista, especialista em implantodontia, Renata Amorim, destaca que a falta de higiene após implantar um dente pode provocar diversos transtornos. “Algumas pessoas podem acreditar que, por se tratar de um dente ‘falso’, ele não precisa de tanta atenção quanto os dentes naturais. Consequentemente, a área pode ser negligenciada e se torna uma porta de entrada para diversas doenças”, completou.

Problemas como tártaro, placas bacterianas e mau-hálito são alguns dos sintomas mais comuns, mas algumas situações mais graves também podem ocorrer. “Dependendo do período sem higienização ou do grau das doenças que podem surgir, pode haver, até mesmo, a perda do implante. Então, todo o trabalho que o paciente teve para colocar o dente e passar pela recuperação, será perdido, além dos problemas que afetam a qualidade de vida e a saúde”, orientou.

A especialista ressalta, ainda, que, além da higienização, o paciente deve lembrar sempre de manter as visitas periódicas ao dentista em dia. “Principalmente, se você já tem histórico de alguma doença bucal, manter as visitas em dia ao dentista é fundamental”, concluiu.

Terceira idade

Para quem passou pelo procedimento de implante dentário, a atenção deve ser ainda maior na terceira idade. Renata esclarece que, nessa fase, o corpo perde mais água. Dessa forma, a gengiva fica mais fina e o organismo produz menos saliva. “Portanto, para manter a boca saudável é necessário se hidratar muito mais e manter a escovação em dia com o avanço da idade”.

Fonte: Renata Amorim, cirurgiã-dentista, especialista em implantodontia e sócia da Clínica Vitácea Odontologia, em Belo Horizonte (vitacea.com.br / Redes Sociais: @vitaceaodontologia)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui